2024.03.18 Festival END - Encontros de Novas Dramaturgias - 6.ª edição
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
2024.03.18 Festival END - Encontros de Novas Dramaturgias - 6.ª edição
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
2024.03.18 Festival END - Encontros de Novas Dramaturgias - 6.ª edição
Festivais Gil Vicente
Festas da Cidade e Gualterianas
A Oficina
Centro Cultural Vila Flor
Centro Internacional das Artes José de Guimarães
1. Casa da Memória de Guimarães
Centro de Criação de Candoso
Teatro Oficina
Educação e Mediação Cultural
1. Casa da Memória de Guimarães
A Oficina
Centro Cultural Vila Flor
Centro Internacional das Artes José de Guimarães
Centro de Criação de Candoso
Teatro Oficina
Educação e Mediação Cultural
2. Loja Oficina

SÁBADO 13 ABRIL, 17H00

Voltas ao Pão – Assim se amassa, assim se peneira, assim se dá voltas ao pão na masseira

Manuela Ferreira

Inserido no REMOINHO - um projeto de recolha e celebração comunitária, este movimento visa constituir um pequeno grupo temporário de exploração dos sentidos, objetos e pessoas no território. Vamos experimentar com o corpo, a palavra, o espaço e os objetos, os ciclos que descrevem o processo do pão. No encontro entre os materiais da cena e os saberes ancestrais, revelar os gestos, as histórias e as paisagens, investigando o poder performativo da memória.

Pretende-se que a performance desbrave caminhos através do corpo e do desenho de contornos, mais ou menos nítidos, da nossa memória e legado existente na história da preparação de um pão. Culminará em duas performances: uma na Casa da Memória e, uma última, na comunidade, num espaço de vivência ativa – um Moinho devoluto em Santo Estevão de Briteiros, nas traseiras da Casa da Cultura Castreja. A exploração de sentidos, objetos e pessoas num território pleno em memórias de moinhos e de confeção de pão.

A performance e expressão corporal vai abrindo caminhos e novos contornos desse legado, evocando gestos e hábitos que foram sendo reproduzidos e que, aqui, poderão ser reinterpretados sob outros prismas para vivenciar e homenagear ao longo dos espaços, pelo corpo coletivo do próprio grupo.

Inserido no REMOINHO - um projeto de recolha e celebração comunitária, este movimento visa constituir um pequeno grupo temporário de exploração dos sentidos, objetos e pessoas no território. Vamos experimentar com o corpo, a palavra, o espaço e os objetos, os ciclos que descrevem o processo do pão. No encontro entre os materiais da cena e os saberes ancestrais, revelar os gestos, as histórias e as paisagens, investigando o poder performativo da memória. 

Pretende-se que a performance desbrave caminhos através do corpo e do desenho de contornos, mais ou menos nítidos, da nossa memória e legado existente na história da preparação de um pão. Culminará em duas performances: uma na Casa da Memória e, uma última, na comunidade, num espaço de vivência ativa – um Moinho devoluto em Santo Estevão de Briteiros, nas traseiras da Casa da Cultura Castreja. A exploração de sentidos, objetos e pessoas num território pleno em memórias de moinhos e de confeção de pão.

A performance e expressão corporal vai abrindo caminhos e novos contornos desse legado, evocando gestos e hábitos que foram sendo reproduzidos e que, aqui, poderão ser reinterpretados sob outros prismas para vivenciar e homenagear ao longo dos espaços, pelo corpo coletivo do próprio grupo.

Entrada gratuita, até ao limite da lotação disponível

2024.04.13 Voltas ao Pão – Assim se amassa, assim se peneira, assim se dá voltas ao pão na masseira
casadamemoria.pt desenvolvido por Bondhabits. Agência de marketing digital e desenvolvimento de websites e desenvolvimento de apps mobile